Sindicatos e Cooperativas participam da 2ª Oficina de Planejamento Estratégico do SENAR-DF

Publicado em 16 de Abril de 2018

O encontro aconteceu na sede da FAPE-DF com a presença de 16 participantes

Na manhã de sexta-feira (13) representantes da Federação, presidentes e gestores dos sindicatos e cooperativas rurais do DF se reuniram na sede da FAPE-DF para juntos construírem o Planejamento Estratégico do SENAR-DF, período 2018 a 2022.

De acordo com a consultora responsável pelo Planejamento Michele Carvalho, a oficina é o momento de reunir ideias e sugestões das entidades parceiras a fim de adaptá-las à missão, visão e valores do SENAR-DF, visando alcançar metas e resultados mais efetivos para o Sistema. “Nossa proposta é buscar uma gestão integrada, com a contribuição de todos e troca de informação para refletirmos sobre uma visão futura: Como gostaríamos de ver o SENAR em longo prazo?”.

A consultora ressaltou ainda, que está é a segunda oficina e que outras acontecerão com o objetivo de enxergar as perspectivas internas e externas para compilar na matriz swot, em  suas quatro variáveis: (Oportunidades, ameaças, forças e fraquezas) viabilizando estratégias para a entidade traçar um diagnóstico e concluir o PE, que será apresentado no próximo mês.

Em sua fala, o presidente do Sindicato dos Criadores de Caprinos e Ovinos do DF – SINCCO Armando Rollemberg ressaltou que na medida em que as tecnologias no Brasil e no mundo estão evoluindo rapidamente, as necessidades e as perspectivas precisam ser revistas. “Hoje o Brasil está entre os três primeiros países no ranking dos maiores produtores de alimentos e as novas tecnologias estão sendo produzidas numa escala impressionante, diante disso, a perspectiva do SENAR é se tornar mais ágil e com uma dimensão mais ampla de sua atividade para contribuir na atualização permanente do trabalhador rural e no desenvolvimento rural do nosso país”.

O presidente do Sindicato dos Avicultores do DF – Sindiaves João Batista, disse que este é um momento oportuno para levantar as necessidades específicas de cada sindicato. “No caso dos avicultores, nossa maior carência é por capacitação na área de gestão de pessoas com temas motivacionais, pois o conhecimento técnico a agroindústria (integradora) já oferece às granjas”. O avicultor destaca que está entusiasmado com o Planejamento e quer levar as estratégias para o Sindiaves. “A partir de agora vamos buscar nos posicionar diante da empresa integradora e pedir ajuda ao SENAR-DF na escolha das demandas de treinamentos para a cadeia da avicultura”, declarou.

Para o diretor administrativo da Federação José Brilhante Neto, a instituição está no caminho certo, trazendo parceiros com a visão de fora para debater o Planejamento Estratégico. “O Sistema FAPE/SENAR-DF vem sempre trabalhando a ideia de promoção no meio rural do Distrito Federal, então, além de promover mais cursos e assistência técnica nós queremos ver também os resultados positivos no Campo”, frisou.

No encerramento, o superintendente do SENAR-DF, Everaldo Lima, agradeceu a presença dos participantes e reforçou sobre a importância das informações levantadas nas oficinas para a construção do Planejamento Estratégico 2018 – 2022. “Esse Planejamento será uma ferramenta essencial para nortear o trabalho desta gestão e também das próximas”, completou.

 

Fonte: Ascom SENAR-DF