Com o objetivo de identificar tecnologias para implantação no Programa HortifrutiBrasília, SENAR-DF visita propriedades de produção de Morango em Minas Gerais

Publicado em 09 de maio de 2017

  

Fotos: SENAR-DF

Nos dias 24, 25 e 26 de abril, o Superintendente Everaldo Firmino junto do Engenheiro Agrônomo e Instrutor Thiago Campos, representando o SENAR-DF, visitaram propriedades de produção de Morango (Fragaria spp.) na região sul de Minas Gerais, com o objetivo de identificar tecnologias passíveis de implantação para o programa HortifrutiBrasília.

O projeto HortifrutiBrasília tem como base a crise hídrica do país e foco no melhor uso da água, buscando capacitar os produtores rurais de todas as regiões do DF e entorno, possibilitando qualificação de horticultores com o objetivo de disseminar informações técnicas para que o produtor rural possa produzir com maior qualidade e sustentabilidade.

No decorrer das visitas nas propriedades localizadas em Minas Gerais, região rica em produção do morango Albion e San Andreas, foi visto vários tipos de tecnologias, como sistema de gotejamento, sistema vertical curto, cultivo em calhas, cultivo em estufa, etc. Na cidade de Estiva, em visita na propriedade do Sr. Pedro Ribeiro, que trabalha com sistemas de gotejamento desde 1994 e quem desenvolveu a primeira variedade registrada no Brasil, o produtor destacou o método utilizado para controle de ácaros, feito com inimigos naturais, “ao contrário do que a maioria pensa, os ácaros não só prejudicam a plantação, por isso são capturados e soltos dentro das estufas para manter o equilíbrio natural” declara Sr. Pedro.

Já em Bom Repouso, a equipe foi recebida pela empresa MPA Frutas, uma das maiores produtoras de morango no sul de Minas, onde sua comercialização é voltada para as cidades de Ribeirão Preto e Campinas, no estado de São Paulo, foi possível acompanhar toda a montagem, que se inicia no preparo das calhas construídas em madeira de eucalipto tratado, e em seguida é colocado o substrato que irá receber as plantas. Este tipo de instalação suspensa em túneis altos em bancada simples reduz os gastos com implantação e representa melhor custo-benefício ao produtor.

A visita se mostrou de grande importância, visto que, foi possível identificar ajustes significativos no projeto piloto do Programa HortifrutiBrasília. Com base em todas as informações colhidas em prática, será analisado diante do cenário do Distrito Federal, quais tecnologias devem ser usadas diante da nossa realidade, na unidade demonstrativa de produção, onde o SENAR-DF irá capacitar os produtores em formato de unidade escolar de aprendizagem, acrescenta Everaldo Firmino, Superintendente do SENAR-DF.